Torres Novas - Museu Municipal Carlos Reis assinala os 200 anos da Revolução Liberal com conferências online - Circo Natureza

pub

10/09/2020

Torres Novas - Museu Municipal Carlos Reis assinala os 200 anos da Revolução Liberal com conferências online


O Museu Municipal Carlos Reis (MMCR), em Torres Novas, vai celebrar os 200 anos da Revolução Liberal Portuguesa com conferências online, a partir da página do seu facebook, onde se irá discutir e abordar este acontecimento histórico tão importante para o país e para o concelho torrejano. A iniciativa terá lugar nos dias 11, 16 e 18 de setembro e irá contar com a participação de uma série de historiadores especializados na temática e moderação do investigador Gabriel de Oliveira Feitor (MMCR). Todas as conferências são de acesso livre.

A primeira conferência está marcada para esta sexta-feira, dia 11 de setembro, às 17 horas, e irá contar com a participação de João Lázaro: licenciado em História pelo ISCTE-IUL (2010), mestrado em História Moderna e Contemporânea - Especialidade em Política, Cultura e Cidadania no ISCTE-IUL (2013) e bolseiro FCT de doutoramento em História Moderna e Contemporânea no ISCTE-IUL com o projeto "O Movimento Operário na Monarquia Constitucional. Debate público e mobilização política (1865-1891)”.

A segunda conferência terá lugar no dia 16 de setembro, às 17 horas, com a participação de José Manuel Lopes Cordeiro: doutorado em História e Idade Contemporânea pela Universidade do Minho, docente do Departamento de História do Instituto de Ciências Sociais da mesma Universidade, Diretor Científico do Museu da Indústria Têxtil da Bacia do Ave (Vila Nova de Famalicão) e Presidente da Associação Portuguesa para o Património Industrial (APPI).

A última conferência está agendada para dia 18 de setembro, às 17 horas, com a presença de Fátima Sá e Melo Ferreira: licenciada em História pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, doutorada em História Moderna e Contemporânea pela Université Panthéon-Sorbonne-Paris (1995) com a tese “Résistances populaires au libéralisme au Portugal (1834-1844)”, professora no ISCTE‑IUL, investigadora do Centro de Investigação e Estudos de Sociologia e do Instituto de História Contemporânea (IHC-FCSH/UNL) e membro da Associação Portuguesa de História Económica e Social.

A Revolução Liberal abriu caminho à proclamação de uma Constituição fundada na Soberania Popular e a uma cultura de cidadania e direitos cívicos que são matriz da nossa democracia. Em Torres Novas já existia, antes do 24 de Agosto de 1820, algumas personalidades com simpatias liberais desde os tempos das invasões francesas, que se vieram a revelar importantes no cunho afincadamente liberal do concelho.

Sem comentários: