Tomar - Ilustrador Duarte Carolino vence Prémio de Literatura Infantil Pingo Doce - Circo Natureza

29/07/2020

Tomar - Ilustrador Duarte Carolino vence Prémio de Literatura Infantil Pingo Doce


O ilustrador Duarte Carolino, natural de Sintra e atualmente a residir em Tomar, venceu por unanimidade a 7.ª edição do Prémio de Literatura Infantil Pingo Doce 2020, na vertente de ilustração. A filha Luísa, de 8 anos, foi o seu apoio para dar vida às “Leituras e Papas de Aveia”, história vencedora da categoria de texto.

Duarte Reis Carolino formou-se em Artes Plásticas e trabalha no Gabinete de Comunicação da Câmara Municipal de Tomar. Para a ilustração da história, o designer revelou, em entrevista ao Pingo Doce, que procurou “brincar com as texturas e a bidimensionalidade”. “Quando li o texto, fui imediatamente confrontado com a necessidade de criar monstros. Não me lembrava da última vez que tinha desenhado um monstro… Decidi inspirar-me em figuras populares portuguesas, nomeadamente nas figuras de Rosa e Júlia Ramalho (ceramistas)”, sublinhou.

Segundo salientou, este era um Prémio ao qual sempre desejou participar, mas que, por falta de tempo, nunca conseguiu fazer, tendo agora reunido todas as condições para participar. “Gostei muito da edição do ano anterior e decidi ver quem era o júri este ano. Para minha surpresa, vi que o André Letria e o Jorge Silva, profissionais que admiro, faziam parte do painel. Depois, decidi arriscar e concorri”, revelou.

O júri, composto por André Letria, Jorge Nesbitt, Jorge Silva, Paula Tavares e Sara Miranda, foi unânime na decisão, revela o comunicado enviado à VIVA!, concordando que o conjunto de ilustrações que Duarte Carolino levou a concurso “sintetiza uma gramática gráfica madura, que conjuga de forma original referências da linguagem contemporânea da ilustração portuguesa”. Além disso, os jurados destacaram ainda “a qualidade lúdica do trabalho apresentado, com uma narrativa visual pensada de forma muito consistente para o objecto-livro”.

Conhecidos os vencedores da 7.ª edição do Prémio de Literatura Infantil Pingo Doce, nas categorias de texto e ilustração, segue-se o processo de paginação e produção do livro, que será lançado em novembro, altura em que os autores receberão o prémio monetário individual de 25 mil euros.

Recorde-se que o Prémio de Literatura Infantil foi criado, há sete anos, com o intuito de “incentivar a criatividade literária e artística, e estimular a emergência de novos talentos, premiando obras originais que ajudem a promover o gosto dos mais novos pela leitura”.

Sem comentários: