Sertã - III Prémio Internacional de Fotografia "Santiago Castelo" em exposição nos Paços do Concelho

O edifício dos Paços do Concelho da Sertã terá patente, de 16 de janeiro a 29 de fevereiro, a exposição de fotografia do III Prémio Internacional "Santiago Castelo" e que assinala os dez anos da EUROACE. A mostra, inaugurada no dia 16, às 17 horas, pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 9 às 17 horas.

A exposição é composta pelas 29 obras finalistas da terceira edição do Prémio, que contou com 156 obras apresentadas por 82 autores de Espanha e Portugal. O trabalho vencedor desta edição intitula-se "Al Despertar Vi un Avión. Menir do Outeiro", de Sebastián Marín Ruano, e receberam menções honrosas as obras "Ceifeiras de Ervidel", de João Galamba de Oliveira; "Jarramplas", de Mario Moreno Iglesias e "La cara del pantano", de José Antonio Calderón Silos.

As obras selecionadas reúnem diferentes momentos captados no território da eurorregião, onde se cruzam tradições, festas, figuras humanas, elementos do património cultural e variáveis paisagísticas do inestimável valor natural.

Criado em 2017, o Prémio Internacional de Fotografia "Santiago Castelo", organizado pelo Centro Unesco de Extremadura, chega à sua terceira edição e, sem abandonar as suas características originais - a defesa e valorização do rico património cultural, artístico e natural da Extremadura -, o Prémio procurou expandir as suas fronteiras em proveito de uma nova vocação internacional e associou-se ao décimo aniversário da Eurorregião EUROACE. Tornou-se, assim, transfronteiriço e alargou a sua visão a Portugal, centrando-se especificamente no património natural e cultural da Eurorregião EUROACE, ou seja, nas regiões da Extremadura, em Espanha, e do Alentejo e do Centro, em Portugal.

Esta terceira edição do Prémio "Santiago Castelo" teve como tema o Património Natural e Cultural da EUROACE, contou com a colaboração da Direção Geral de Acão Exterior da Junta de Extremadura, através do Gabinete de Iniciativas Transfronteiriças, das Comissões de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Centro e do Alentejo e do Programa de Cooperação Transfronteiriça INTERREG V-A, Portugal-Espanha 2014-2020 (POCTEP).

Comentários