Sertã - Plantas medicinais em destaque na iniciativa "Cafés com Ciência"

"Das plantas medicinais ao desenvolvimento de novos medicamentos: passado, presente e futuro" é o tema da próxima sessão de "Cafés com Ciência-Sertã", que terá lugar no dia 26 de junho, no SerQ – Centro de Inovação e Competências da Sertã.

A iniciativa, com início às 18 horas, será dinamizada por Célia Cabral, da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra.

Um dos registos mais antigos de usos de plantas medicinais encontra-se no manuscrito egípcio "Ebers Papirus", de 1500 a.C., elencando 811 medicamentos preparados. Atualmente, a Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que mais de 80% da população mundial usa plantas medicinais para curar doenças, principalmente em países em vias de desenvolvimento. Apesar do grande avanço e evolução da medicina, as plantas representam, na atualidade e no futuro, um grande potencial e a inventariação dos saberes da medicina tradicional é fundamental, uma vez que o conhecimento deste património terapêutico natural é uma fonte valiosa de compostos bioativos que podem vir a constituir princípios ativos de medicamentos.

Célia Cabral é doutorada em Biologia, especialidade de Sistemática e Morfologia pela Universidade de Coimbra (2008). Realizou pós-graduação em Medicamentos e Produtos de Saúde à Base de Plantas (Faculdade da Farmácia da UC – 2010). Entre 2011-2017, realizou pós-doutoramento na FFUC. É autora de oito livros, quatro capítulos de livros e 34 artigos em revistas internacionais com revisão. É revisora de 31 revistas científicas internacionais e pertence a nove sociedades científicas.

Os "Cafés com Ciência-Sertã" são conversas informais sobre ciência, com participação gratuita, e decorrem na última terça-feira de cada mês.

Sem comentários:

Com tecnologia do Blogger.