Sertã - Exposição itinerante sobre Casimiro Freire, fundador das Escolas Móveis, no edifício dos Paços do Concelho

Até 28 de dezembro está patente, no edifício dos Paços do Concelho da Sertã, a exposição itinerante que dá a conhecer Casimiro Freire, filantropo, republicano, patriota e lutador, cuja obra e ideário serve de inspiração à sociedade atual.

A iniciativa de homenagear o homem que travou uma incessante batalha pela alfabetização em Portugal, ainda no Séc. XIX, partiu de Isabel Freire, bisneta de uma irmã de Casimiro Freire, à qual se juntaram os esforços da Freguesia de Pedrógão Pequeno e do Município de Sertã, culminando na criação desta exposição, que esteve já patente em Pedrógão Pequeno, freguesia natal de Casimiro Freire, inaugurada a 20 de outubro, dia em que se assinalaram os cem anos da sua morte.

Pretende-se que tenha um cariz de itinerância, de forma a ir ao encontro dos mais diversos tipos de público, e dar testemunho das acções que Casimiro Freire desenvolveu em prol das Escolas Móveis. Através do Método de João de Deus, movimento que surgiu em 1882 e durou até 1922, conseguiu alfabetizar mais de 30 mil pessoas um pouco por todo o país, assumindo-se como uma verdadeira rede de educação de adultos, apoiada fortemente no mecenato privado.

Composta por 22 painéis, a exposição pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 9 às 17 horas.

Comentários