Tomar - Exposição de homenagem a Jorge Vilaça no Complexo Cultural da Levada


O Complexo Cultural da Levada, em Tomar, tem patente de 14 de setembro a 21 de outubro, a exposição “O dom de pintar o invisível”, uma retrospectiva de homenagem a Jorge Vilaça.

A mostra vai ser inaugurada no dia 14 de setembro, pelas 18 horas, podendo ser visitada de quarta-feira a domingo, das 10 às 13 e das 15 às 18 horas.

Jorge Manuel Torres Vilaça, pintor, poeta e visionário, recreava o mundo numa perspectiva futurista cheia de cor e magia.

Com formação filosófica e teológica, tentava transmitir através da sua pintura a essência da vida. Exprimindo-se em várias técnicas, teve como primeiros mestres os pintores Raul Xavier, Álvaro Perdigão e Martins Correia. Viveu vários anos em Paris onde trabalhou com Mark Stokman no seu atelier.

Regressou a Portugal em 1974, tendo-se fixado numa zona rural perto de Tomar. A partir daí fez da pintura o seu modo de vida, realizando inúmeras atividades na cidade e no concelho e expondo regularmente em Portugal e no estrangeiro.

Passou ainda pelo concelho de Arganil onde deixou obra significativa. Faleceu em Novembro de 2001.

Comentários