Torres Novas - "E Se Tudo Fosse Amarelo", espetáculo para crianças no Teatro Virgínia

No próximo sábado, dia 27 de fevereiro, o Teatro Virgínia, em Torres Novas, vai promover mais um espetáculo de teatro para crianças, dos 6 aos 10 anos. "E Se Tudo Fosse Amarelo", com direção artística de Sílvia Real, do Grupo 23, vai ter lugar às 11h, com lotação limitada a 90 lugares. Os bilhetes têm o custo de 3€.

Segundo Sílvia Real, neste espetáculo "brincámos à volta de algumas reivindicações que as crianças têm para com os seus pais e para com o mundo em geral. Depois evoluímos para uma nova ideia – o erro." Trata-se de uma cocriação com um grupo de crianças, a que se juntaram outros colaboradores com quem partilha grandes afinidades artísticas.

Sílvia Real iniciou os seus estudos em dança clássica com Luna Andermatt. Estudou dança, teatro e voz no London Studio Centre, London Contemporary Dance School. Frequentou o Lee Strasberg Theatre Institute de Nova Iorque. Foi bolseira da Secretaria de Estado da Cultura, do Instituto Português das Artes do Espetáculo e da Fundação Calouste Gulbenkian/FLAD. Participou no projeto International Dancemakers Lab/MultiArts Project, em Nova Iorque; no Skite 92, em Paris e Skite 94, em Lisboa; no European Choreographic Forum 3, em Dartington e no Bates Festival 95, no Maine.

Foi cofundadora e intérprete da companhia Re.Al/João Fiadeiro e colaborou com Luís Castro no espetáculo «Escravo doutros». Desde 1995 estreou e interpretou diversos espetáculos. Em 2013 assumiu, juntamente com a EIRA/Francisco Camacho, a dinamização do Teatro da Voz. É diretora artística, coordenadora pedagógica do Centro de Formação Artística / Teatro da Voz. Desde 2011 que trabalha com crianças na Escola Voz do Operário e desde 2013 no Teatro da Voz.

Comentários